O Indefinido

My blogs

Blogs I follow

About me

Gender MALE
Introduction Sou o que sou O certo e o errado O indefinido... O perdido e achado Sou o direito e o avesso O puro ou perverso Santo ou impuro Vivo em cima deste “muro”. Também sou o reverso De mim mesmo No caminho que me construo Me desconstruo para tornar-me O que sou, O nada no meio disso tudo E neste meio em que me vejo Gracejo pelo que vejo em mim, Sou assim mesmo O controlador do que não se pode controlar, A vida. Procuro ser muitas coisas Mas o que deveria ser, não consigo E assim sigo o meu destino Sendo apenas o que sou, O indefinido...Cesar Moura